Mestrado em Economia na África do Sul

Veja Mestrados em Economia na África do Sul 2017

Economia

Um mestrado pode ser feito após o termino de um programa de graduação. Para obter um mestrado, você precisa completar de 12 a 18 matérias na faculdade que geralmente envolvem a conclusão de testes e/ou de uma tese.

Além da distinção entre microeconomia e macroeconomia, os estudantes de Economia também devem aprender a diferença entre economia positiva e normativa. A primeira lida com o que a economia é enquanto a última discute sobre o que ela deveria ser. Outras características distintas incluem teoria econômica e economia aplicada.

Melhores Mestrados em Economia na África do Sul 2017

Ler Mais

MCOM Em Economia

University of Johannesburg
campus Período integral Meio Período February 2017 Africa do Sul Joanesburgo +1 mais

[+]

Melhores Mestrados em Economia na África do Sul 2017. Finalização de inscrição para o programa (e / ou registro continuado) está sujeito aos candidatos que cumpram os requisitos específicos do departamento. [-]

MCom in Econometrics

University of Johannesburg
campus Período integral Meio Período February 2017 Africa do Sul Joanesburgo +1 mais

[+]

Os candidatos podem também ser obrigado a defender com êxito as suas propostas de pesquisa em sessões especiais de discussão. [-]

MPhil in Industrial Policy

University of Johannesburg
campus Período integral Meio Período February 2017 Africa do Sul Joanesburgo +1 mais

The purpose of the Master of Philosophy in Industrial Policy is to develop the students’ intellectual competencies, intellectual independence and practical skills in the acquisition, analysis, interpretation and application of appropriate industrial policies to support the structural transformation of the economies of the continent. [+]

Melhores Mestrados em Economia na África do Sul 2017. The purpose of the Master of Philosophy in Industrial Policy is to develop the students’ intellectual competencies, intellectual independence and practical skills in the acquisition, analysis, interpretation and application of appropriate industrial policies to support the structural transformation of the economies of the continent. The programme consists of core modules offering an in-depth coverage of a broad range of issues pertaining to industrial development policies, strategies and management in Africa, and allowing students to test the practical application of the knowledge imparted, participate in analysing case studies, conducting field visits, and prepare individual technical reports on the various themes covered. Mastering of the curriculum will provide students with the ability to be able to reflect critically on theory of industrial policy and its application. They will be able to deal with complex issues both systematically and creatively, design and critically appraise research, make sound judgments using data and information using the econometric techniques learned and communicate their conclusions clearly to specialist and non-specialist audiences. Admission requirements: A potential student should possess an honours qualification or a postgraduate diploma in Accounting or a Tax related honours degree on New NQF level 8/Old NQF level 7. Alternatively any other four-year qualification with honours status on New NQF level 8/Old NQF level 7 and related taxation experience which is considered relevant and sufficient by the Department of Accountancy. Preparatory study and an entrance examination may be required by the Department of Accountancy. A selection process will be followed. Contact details: Prof Danie Coetsee / 011 559 3859 / dcoetsee@uj.ac.za [-]

MCom in Local Economic Development

University of Johannesburg
campus Período integral Meio Período February 2017 Africa do Sul Joanesburgo +1 mais

O objetivo do Mcom Professional (Desenvolvimento Econômico Local) é desenvolver um nível avançado de conhecimentos, habilidades e aplicado competência no campo de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). [+]

O objetivo do Mcom Professional (Desenvolvimento Econômico Local) é desenvolver um nível avançado de conhecimentos, habilidades e aplicado competência no campo de Desenvolvimento Econômico Local (DEL). Os alunos cujos graus anterior não incluem Desenvolvimento Econômico Local (DEL) terá que completar um módulo de ponte sob a forma de um programa de aprendizagem curta (SLP), intitulado "Introdução ao LED". Detalhes de contato: Prof Lorraine Greyling / 011 559 2057 / lgreyling@uj.ac.za [-]

MCom in Financial Economics

University of Johannesburg
campus Período integral Meio Período February 2017 Africa do Sul Joanesburgo +1 mais

The student should develop intellectual competencies and practical skills in the mastering, analysis, interpretation and application of advanced financial principles in the context of the international economy, and be able to reflect on the associated managerial decisions, through quantitative analysis and to assess the effect thereof in the holistic financial context. [+]

Melhores Mestrados em Economia na África do Sul 2017. The student should develop intellectual competencies and practical skills in the mastering, analysis, interpretation and application of advanced financial principles in the context of the international economy, and be able to reflect on the associated managerial decisions, through quantitative analysis and to assess the effect thereof in the holistic financial context. The qualification will provide qualifying students with the opportunity to further study at New NQF level 10/Old NQF level 8 on a doctoral degree programme in Economics. Admission requirements: A potential student should possess a honours qualification in Economics, Econometrics, Statistics and/or Mathematics on New NQF level 8 / Old NQF level 7. Alternatively any other four-year qualification with honours status on New NQF level 8 / Old NQF level 7 and related Mathematical and/or Statistical and Applied Econometrical experiences which is considered relevant and sufficient by the Department of Economics and Econometrics. Preparatory study and an entrance examination may be required by the Department of Economics and Econometrics. Contact details: Prof John Mwamba / 011 559 4371 [-]

MCom in Development Economics

University of Johannesburg
campus Período integral February 2017 Africa do Sul Joanesburgo

The aim of the qualification is to develop the applied competence of the student on an advanced level in the mastering, analysis, interpretation and understanding of economic principles and methods. [+]

The aim of the qualification is to develop the applied competence of the student on an advanced level in the mastering, analysis, interpretation and understanding of economic principles and methods. This programme will prepare students to reflect on their own economic applications to assess the effect thereof in the holistic context of Economics as social science. A qualifying student should show evidence of independent and original work. Admission requirements: A potential student should possess an honours degree in Economics or Econometrics on NQF level 8 (new) / NQF level 7 (old) with an average mark of 65%. Alternatively any other four-year qualification with honours status on NQF level 8 (new) / NQF level 7 (old) with an average mark obtained determined by the Department and related Micro- and Macroeconomics and Applied Econometrics experience which is considered relevant and sufficient by the Department of Economics and Econometrics. Attendance of a compulsory orientation course may be required by the Department of Economic and Econometrics. Contact details: Dr Kotie Viljoen / 011 559 4100 / kotiev@uj.ac.za [-]

Mestrado Em Financiamento Do Desenvolvimento

University of Stellenbosch Business School (USB)
campus March 2017 Africa do Sul Cidade do Cabo

O Mestrado em Desenvolvimento de Finanças (MDevF) abrange todos os aspectos de financiamento do desenvolvimento, incluindo um conhecimento aprofundado das teorias que sustentam as práticas de financiamento do desenvolvimento. Ele também se concentra em financiamento do desenvolvimento a nível empresarial e do crescimento sustentável. Isso torna o MDevF um grau cri ticos-habilidades para a África. Ele é destinado a pessoas que estão envolvidas com questões de finanças e de gestão financeira nos países em desenvolvimento. [+]

Melhores Mestrados em Economia na África do Sul 2017. O Mestrado em Desenvolvimento de Finanças (MDevF) abrange todos os aspectos de financiamento do desenvolvimento, incluindo um conhecimento aprofundado das teorias que sustentam as práticas de financiamento do desenvolvimento. Ele também se concentra em financiamento do desenvolvimento a nível empresarial e do crescimento sustentável. Isso torna o MDevF um grau cri ticos-habilidades para a África. Ele é destinado a pessoas que estão envolvidas com questões de finanças e de gestão financeira nos países em desenvolvimento. filosofia de aprendizagem Implementação de soluções africanas-driven é a nova abordagem para o desenvolvimento económico do continente Africano. Com esta qualificação participantes estarão aptos a: Use o conhecimento especializado para desenvolver a África onde importa Contribuir para o desenvolvimento sustentável Implementar soluções África-driven Moldar as políticas e programas de financiamento Conduta pesquisa em profundidade Compreender o papel fundamental do IFD e instituições financeiras Estudo enquanto você trabalha O MDevF é um programa modular de 2 anos, o que significa que você tem que assistir 3 blocos de 2 semanas cada um no campus USB em Bellville, Cape Town. Off-campus você tem que completar um trabalho de investigação. Isso permite que os alunos de toda a África do Sul e outros países para participar - mesmo quando trabalhando em tempo integral. Estrutura e Conteúdo Visão global Participar de 3 blocos, distribuídos por 2 anos: O MDevF é apresentado como um programa modular em dois anos. Os estudantes assistem a três sessões de contacto classe de quinze dias cada, durante um período de dois anos, e concluir um trabalho de investigação. Temas centrais, disciplinas eletivas e trabalho de investigação: Os alunos precisam para fazer os seis módulos principais, bem como duas disciplinas eletivas escolhidas a partir de uma lista de opções. Essas opções proporcionam áreas de especialização. Os alunos também precisa escrever um trabalho de pesquisa. Metodologia do curso: Uma mistura de palestras altamente interativas / material do curso, estudos de caso e um workshop sobre risco financeiro e estrutura. Manuais, diretrizes, artigos, materiais de jornal e uma matriz / listas de verificação servirá como material de referência para o projeto futuro projeto e entrega. Créditos: 180 créditos (120 créditos para o trabalho do curso e 60 créditos para o trabalho de pesquisa) módulos principais Os módulos do núcleo consistem em: Perspectivas de Desenvolvimento Económico em África Questões em Banca e Finanças Microfinanças Project Finance Governança e Ética Métodos de Investigação em Desenvolvimento Finanças Eletivas Desenvolvimento de Empresas em pequena escala Gestão de Projetos de Desenvolvimento Emergentes Mercados Financeiros africano e Environmental Finance Previsão de Negócios e Análise Econométrica Financiamento do Setor Público de infra-estrutura Finanças Finanças corporativas Desenvolvimento de liderança Regulação do sector financeiro e Desenvolvimento Promoção de Investimentos trabalho de investigação O trabalho de pesquisa é parte integrante do programa deste mestrado e carrega um total de 60 créditos que representam um terço das necessidades de crédito do programa. O trabalho de pesquisa é geralmente entre 15 000-25 000 palavras sobre um tema de escolha do aluno. Os alunos são incentivados a basear os seus trabalhos de pesquisa sobre temas de interesse profissional direta para eles. datas importantes Primeira admissão: 06-18 março 2017 28 agosto-9 setembro 2017 Segundo ingestão: 27 março - 8 abril 2017 25 setembro - 7 outubro 2017 Prazo para as inscrições do Sul Africano estudantes: 30 de Novembro de cada ano recorrentes ARPL: 30 de Outubro de cada ano, estudantes estrangeiros de países da SADC (vistos de isenção): 30 de Outubro de cada ano, os estudantes estrangeiros de outros países africanos e Resto do Mundo: 30 de Setembro de cada ano Importante Estudo permite aos estudantes estrangeiros em USB: estudo permite aos estudantes estrangeiros em USB: A obtenção de um visto de estudante (visto de estudo) por parte das autoridades sul-Africano leva até 12 semanas a partir da data de ser oferecido um lugar em um programa em USB - daí o prazo de inscrição cedo para estudantes estrangeiros. Vistos de entrada múltipla: Os estudantes de países africanos não-SADC e outros países com obrigação de visto que precisam solicitar vistos de estudo podem obter uma carta de USB confirmando a duração de registro na USB. Isso vai ajudar os alunos a obter vistos de estudo de entradas múltiplas no caso de estudos modulares. Calendário muda: muda calendário: USB se reserva o direito de alterar as datas do cronograma de palestras ou disciplinas por tabela prazo. Os alunos serão informados de todas as alterações em tempo útil. Os requerimentos atrasados: aplicações tardias: USB fará todo o possível para acomodar os pedidos apresentados após a data de fechamento. [-]

MCOM Em Economia (curso)

Nelson Mandela Metropolitan University
campus Período integral Meio Período 1 - 2  February 2017 Africa do Sul Port Elizabeth +1 mais

Mcom em Economia (Coursework) [+]

GERAL Salvo disposição em contrário abaixo, o grau Master of Commerce: Economia serão celebrados de acordo com as Regras Gerais para mestrados conforme publicado no Prospecto Geral e da Política de Investigação Pós-Graduação. REQUISITOS DE ADMISSÃO Uma licenciatura em Economia, ou seu equivalente, com um passe global de 60%. REGRAS de readmissão Um candidato de Mestrado será permitido repetir um módulo falhou uma vez. No caso de um tratado pesquisa que está sendo rejeitado liminarmente pelos examinadores, não haverá mais oportunidade de voltar a apresentar uma versão melhorada do que ou de qualquer outro tratado de investigação (ver Regra G4.8.5). DURAÇÃO A qualificação deve estender-se ao longo de um período mínimo de um ano e um período máximo de quatro anos de estudo em tempo integral. [-]