Mestrado em Sistemas de Qualidade Alimentar e Gestão Gastronómica

Geral

Descrição do programa

O Mestrado em Gestão de Sistemas Alimentares de Qualidade e Gastronomia (Qualidade Alimentar) faz parte de um processo de aprimoramento da indústria agroalimentar italiana que reconhece Parma como um dos mais importantes aglomerados industriais da Itália, conhecido como “Vale Alimentar Italiano” ”. É no Vale dos Alimentos que um conjunto de conhecimentos únicos foi criado no cenário agroalimentar nacional, combinado com a atenção correspondente dos estudantes que veem essa realidade industrial como uma saída profissional concreta.

A gestão da produção de alimentos, no atual contexto competitivo internacional, requer uma nova geração de especialistas dotados de habilidades de gestão e comunicação adequadas a um novo quadro econômico e social na Itália e no exterior no setor agroalimentar. Embora a Itália seja importadora de commodities, é também exportadora de alimentos processados de qualidade que refletem a cultura gastronômica italiana. O mundo das empresas agro-alimentares italianas exige figuras que, além de gerir a produção, são capazes de conceber e gerir a qualidade dos alimentos, bem como interpretar as necessidades do consumidor, comunicando-lhes a vantagem qualitativa da gastronomia italiana.

O Mestrado em "Qualidade dos Alimentos" visa oferecer um curso de treinamento específico e inovador. O perfil profissional refere-se ao gerenciamento, administração, planejamento e controle de empresas de alimentos, proporcionando um desenvolvimento profissional que combina o perfil econômico-gerencial com o da ciência e cultura gastronômicas. As habilidades entregues consideram tópicos como o gerenciamento ambiental, social, econômico e técnico das cadeias de suprimentos, com foco na qualidade do produto e nos serviços de alimentação. Esta figura profissional cobrirá funções de assistência dentro de empresas e organismos de referência para o setor agroalimentar, com funções diversificadas baseadas nas características da empresa e no tipo de produto. O conceito de qualidade que se pretende desenvolver no Mestre é multidimensional. Parte da idéia de que a qualidade dos produtos deriva da qualidade da ação de governança das empresas e das cadeias agroalimentares nos aspectos econômico, social, gerencial e de marketing, comunicativo e tecnológico, sem descuidar dos aspectos vinculados a impactos ambientais, inovações e relacionamento com os consumidores.

O Mestrado em Qualidade de Alimentos é promovido pelo Departamento de Ciências Econômicas e Empresariais em colaboração com o Departamento de Ciências Alimentares e Medicamentos da Universidade de Estudos de Parma; é um projeto multidisciplinar que nasceu como plataforma colaborativa para promover o diálogo entre a cultura econômico-gerencial e as disciplinas relacionadas às ciências sociais da gastronomia.

O Mestrado em Qualidade Alimentar tem como objetivo formar profissionais com habilidades interdisciplinares que combinam o conhecimento teórico e empírico da natureza gerencial do sistema agroalimentar, com as habilidades tecnológicas e gastronômicas ligadas à valorização dos alimentos em uma lógica próxima de sustentabilidade ambiental. O Mestrado é projetado para estudantes provenientes de Graduação em Economia e Gestão e de Ciências Agrárias ou Ciências da Alimentação. O curso de formação centra-se nas disciplinas de diferentes áreas, que incluem:

  • as disciplinas de natureza econômica, administrativa e sociológica: compreender e ser capaz de aplicar as teorias econômicas e as formas de administração de empresas agroalimentares na aquisição, produção, processamento, marketing e promoção da produção de alimentos e sistemas ambientais.
  • as disciplinas de natureza estatística: compreender os dados necessários para o gerenciamento das empresas e o gerenciamento da qualidade e segurança alimentar.
  • disciplinas legais: entender as regulamentações nacionais, europeias e internacionais no campo da produção e comercialização de alimentos, bem como a proteção do consumidor.
  • as disciplinas históricas para entender as implicações culturais relacionadas à produção, comercialização e consumo de alimentos.
  • disciplinas tecnológicas: garantir a segurança alimentar, mas, acima de tudo, compreender e garantir a qualidade dos alimentos, também no que diz respeito às necessidades nutricionais dos consumidores.

O Mestrado em Qualidade Alimentar responde à necessidade de formar uma figura profissional moderna, que acrescente as competências do bioeconomista às do bio-gastronomista, capaz de satisfazer as fortes exigências de competências interdisciplinares colocadas naqueles que operam no contexto da gestão das empresas de produtos alimentares, dos sectores da gastronomia e do desenvolvimento socioeconómico das zonas com forte vocação alimentar, em consonância com a estratégia europeia para o desenvolvimento sustentável, delineada na Comunicação da Comissão ao Parlamento Europeu sobre "Inovação para um crescimento sustentável: bioeconomia para a Europa "- COM (2012) 60 final - e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Os alunos podem se formar escolhendo entre dois perfis profissionais diferentes:

  • O economista-gastronomista: o perfil do graduado é econômico-gerencial, integrado às habilidades gastronômicas. Ele é gerente de qualidade agroalimentar, que sabe reconhecer, gerenciar, salvaguardar, comunicar, promover e aprimorar a qualidade dos alimentos ao longo da cadeia de valor e no território.
  • O gastro-economista O perfil do graduado é de um gastronomista integrado, com habilidades gerenciais-econômicas, visando à promoção e aprimoramento sociocultural de alimentos de qualidade. Ele é especialista em cultura de alimentos, capaz de combiná-lo com necessidades nutricionais, com atenção aos custos e ao meio ambiente.

Por último, mas não menos importante, os estudantes podem se beneficiar de um período de estágios em empresas italianas de alimentos.

Última atualização Mar. 2020

Sobre a escola

The University of Parma is a State University. As such, it is self-governing and has administrative, organizational, and accountancy autonomy, providing services to the general public.

The University of Parma is a State University. As such, it is self-governing and has administrative, organizational, and accountancy autonomy, providing services to the general public. Ler Menos