Universidade Positivo

Introdução

A Universidade Positivo é a instituição que concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de quatro décadas do Grupo Positivo. A UP teve origem nas Faculdades Positivo, em 1988, com a oferta de cinco cursos de Graduação, dois cursos de Especialização – Pós-Graduação Lato Sensu – e um Mestrado interinstitucional na área de Administração, em convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Dez anos depois, em 1998, as Faculdades Positivo foram transformadas no Centro Universitário Positivo, passando a oferecer 18 cursos de Graduação. Em 2000, a Instituição transferiu seu câmpus para uma área especialmente projetada e edificada no bairro Campo Comprido, em Curitiba, proporcionando ao acadêmico conforto e comodidade, assim como estímulos à atuação profissional e/ou beneficente voltada às comunidades da região.

Em 2008, o Ministério da Educação autorizou a transformação do Centro Universitário Positivo (UnicenP) em Universidade. Hoje, a Universidade Positivo conta com uma área de 424,8 mil m2 e oferece 29 cursos de Graduação, três Doutorados, quatro programas de Mestrado, dezenas de programas de Especialização e MBAs e diversos cursos de Educação Continuada e programas de Extensão.

Missão e valores

Missão Institucional

Produzir e disseminar conhecimento, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, para formar cidadãos e profissionais comprometidos com o saber, com a ética, com o trabalho e com o progresso, e contribuir com o desenvolvimento econômico e social, com vistas à construção de um homem e um mundo melhor.

Valores Institucionais

Saber

Saber é a consciência que o homem tem do universo e das teorias criadas para explicar a natureza, a vida e os seus mistérios. O homem cria o saber, e este o transforma, propondo-lhe novos desafios. O saber é a luz que permite, ao homem, escolher seu caminho.

Ética

Ética é a arte de bem proceder, caminho único para se alcançar o bem supremo: a felicidade. Para tanto, não deve o homem apenas deixar de fazer o mal, mas fazer o bem sempre que possível, como forma de evitar algum mal que resulte de não haver praticado o bem.

Trabalho

Trabalho é a aplicação das forças e faculdades humanas (razão, sentimento e vontade), para alcançar determinado fim. O verdadeiro trabalho não se faz só com as mãos, mas também com a razão e o coração. Enquanto trabalha, o homem transforma a natureza, a sociedade e, principalmente, a si mesmo.

Progresso

Progresso é movimento, marcha para frente, avanço, evolução, melhoria, civilização e desenvolvimento, do qual resulta a acumulação de bens materiais e crescimento intelectual e moral capazes de transformar a vida e de conferir-lhe maior significado.

SOBRE A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA UNIVERSIDADE POSITIVO

A Universidade Positivo pode oferecer cursos na modalidade a distância?

Sim, a Universidade Positivo (UP) está autorizada pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da portaria nº 1071/2013 de 01/11/2013, publicada no Diário Oficial da União em 04/11/2013, a oferecer cursos na modalidade a distância. E a UP, por ser uma universidade, possui autonomia para abrir novos cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão.

Os cursos ofertados pela Universidade Positivo para a modalidade a distância são reconhecidos pelo MEC?

O reconhecimento do curso pelo MEC é solicitado pela universidade depois que a primeira turma de Graduação completa 50% do tempo destinado ao curso. A partir do momento em que é solicitada a visita de avaliação junto ao MEC, dá-se início ao processo de reconhecimento. Você pode verificar o andamento do processo de cada um dos cursos no site emec.mec.gov.br.

Há como estudar em cursos a distância, na Universidade Positivo, com bolsa de estudos?

Sim. A Universidade Positivo trabalha com o ProUni (Programa Universidade para Todos do Governo Federal). Informações adicionais você pode encontrar no site siteprouni.mec.gov.br, pelo telefone 0800 616161 ou no próprio site da instituição: www.up.com.br/prouni.

O que é PUP? O que é polo?

A sigla PUP significa Parceiro da Universidade Positivo e corresponde aos Polos de Apoio Presencial – que são os locais onde irão ocorrer os encontros e avaliações presenciais. Os PUPs oferecem a infraestrutura física, tecnológica e pedagógica necessária para que os alunos possam acompanhar os cursos a distância com a excelência acadêmica da UP.

O que é realizado nos encontros presenciais?

Nos encontros presenciais, que são realizados às quintas-feiras, sextas-feiras ou sábados (para Graduação) e aos sábados (para Pós-Graduação), são realizadas atividades acompanhamento e orientação para os estudos e práticas laboratoriais (quando pertinentes ao curso) dos alunos das diversas regiões do Brasil. Nos cursos de Pós-graduação, os encontros e avaliações presenciais são realizadas no PUP onde o aluno está matriculado. Nos cursos de Graduação, os encontros e avaliações presenciais são realizados exclusivamente no PUP Ecoville/Curitiba ou Ângelo Sampaio/Curitiba, dependendo de qual o aluno optou no ato da matrícula. O aluno pode contar com o apoio da equipe do PUP para realizar solicitações acadêmicas e/ou administrativas.

Os PUPs precisam ser credenciados pelo MEC para oferta de cursos de Graduação?

Sim. Para oferta de Graduação a distância, é necessário que o PUP seja credenciado pelo Ministério da Educação (MEC). Para os cursos de Graduação a distância da UP, temos, atualmente, dois polos credenciados pelo MEC na cidade de Curitiba (em fase de expansão para credenciamento de novos polos de Graduação):

  • Câmpus Ecoville, à Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido;
  • Câmpus Batel, à Rua Ângelo Sampaio, 2300 – Batel.

Os candidatos que moram nas cidades no entorno de Curitiba podem realizar o processo seletivo para Graduação a distância e entregar sua documentação no PUP de sua cidade, a ser escolhido no ato da matrícula. No entanto, seus encontros presenciais compulsórios e suas avaliações presenciais serão sempre realizados nos polos credenciados de Curitiba – relacionados acima.

Os PUPs precisam ser credenciados pelo MEC para oferta de cursos de Pós-Graduação e Extensão?

Não. Para cursos de Pós-Graduação e Extensão, os PUPs estão dispensados de credenciamento conforme Portaria Normativa Nº 40, de 12 de dezembro 2007. Dessa forma, a Universidade Positivo possui PUPs para a oferta de Pós-Graduação e Extensão em todo o território nacional.

Por que fazer um curso a distância da Universidade Positivo?

Porque nos cursos a distância você vai contar com a qualidade do ensino e dos professores que fizeram dos cursos presenciais da Universidade Positivo uma referência de mercado. Com uma metodologia inovadora, interativa, com acompanhamento objetivo e material didático diferenciado, você vai valorizar ainda mais o seu currículo com um diploma da Universidade Positivo – que possui PUPs espalhados por todo o Brasil para sua escolha.

Quem emite o diploma/certificado?

Os diplomas dos cursos superiores de Graduação e os certificados dos cursos de Pós-Graduação e Extensão são emitidos pela Universidade Positivo, que é uma instituição devidamente credenciada pelo MEC para ofertar, desenvolver e certificar os cursos.

O que é Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)?

É o ambiente por meio do qual ocorre o processo de ensino-aprendizagem, portanto no qual há interação, via internet, entre professores-tutores e alunos. No AVA é possível:

  • realizar o acesso ao conteúdo do curso (e-book, videoaula, textos de apoio, quiz etc.);
  • participar das atividades propostas semanalmente;
  • interagir com professores-tutores e demais alunos do curso;
  • fazer uso de diferentes ferramentas que auxiliam no processo de ensino-aprendizagem, tais como fórum, chat, entrega de trabalho, avaliações e exercícios.

O aluno precisa entender de informática para estudar a distância na UP?

Conhecimentos básicos são suficientes: saber acessar uma máquina (desktop, notebook, tablet etc.), acessar a internet, utilizar o correio eletrônico (e-mail) e digitar textos.

Como funciona a educação a distância da Universidade Positivo? Qual a metodologia dos cursos? Como e onde são ofertados os cursos?

Todos os cursos são disponibilizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da instituição, no qual o aluno vai encontrar o conteúdo de todas as disciplinas, divididas em aulas semanais, e as respectivas ferramentas para o desenvolvimento de suas atividades. Cada disciplina é composta por:

  • e-book – livro digital com acesso via desktop, notebook, tablet e smartphone;
  • arquivos em formato PDF para impressão;
  • fóruns de discussão;
  • quiz;
  • exercícios on-line;
  • atividades (avaliativas ou não) virtuais;
  • provas on-line;
  • jogos de negócios ou projetos colaborativos;
  • atividades presenciais nos PUPs;
  • avaliações presenciais nos PUPs.

As atividades, provas e avaliações, tanto virtuais como presenciais, devem ser feitas dentro dos prazos que constam no calendário acadêmico de cada curso:

  • Virtuais – devem ser realizadas a distância, através do AVA da UP;
  • Presenciais – devem ser realizadas no PUP em que o aluno está regularmente matriculado (ou, no caso dos cursos de Graduação, no câmpus Ecoville e Ângelo Sampaio)

A média do aluno em cada disciplina será composta pelas seguintes notas:

  • avaliação presencial;
  • atividades presenciais;
  • atividades realizadas no AVA;
  • provas realizadas no AVA.

O aluno pode estudar em casa, no escritório, no PUP ou em outro local, com acesso ao computador e à internet, que atenda aos requisitos técnicos mínimos solicitados pela instituição.

Nos cursos a distância da Universidade Positivo são realizadas provas e avaliações?

Sim. Todos os alunos da Educação Superior (Graduação e Pós-Graduação) têm que se submeter a avaliações presenciais regulares, realizadas no PUP Ecoville/Curitiba ou Ângelo Sampaio/Curitiba, para os cursos de Graduação ou em todos os PUPs, para os cursos de Pós-graduação. Além disso, conforme descrito no item anterior, para a composição da média dos alunos em cada disciplina, existem atividades avaliativas presenciais e atividades e provas virtuais. Caso não atinja a média, o aluno é reprovado e precisa cursar novamente a disciplina. Em cursos de Extensão não existe essa obrigatoriedade, mas é comum as instituições de ensino concederem o certificado apenas ao estudante aprovado nas avaliações e atividades avaliativas, mesmo que estas sejam apenas virtuais. Na Universidade Positivo, as avaliações e atividades avaliativas dos cursos de Extensão a Distância são virtuais, realizadas através do AVA.

Se o curso é a distância, como são realizadas as avaliações presenciais?

As avaliações presenciais devem ser realizadas no PUP Ecoville/Curitiba ou Ângelo Sampaio/Curitiba para os cursos de Graduação ou no PUP em que o aluno está matriculado para os cursos de Pós-Graduação, conforme exigências legais para cursos de Graduação e Pós-Graduação. A localidade do PUP é escolhida pelo candidato quando faz sua matrícula no curso.

O aluno pode realizar sua avaliação presencial no PUP no mesmo dia do encontro presencial ou em outra data, dentro do período apresentado no calendário acadêmico do curso, mediante agendamento pelo próprio aluno e de acordo com as ofertas e vagas disponibilizadas por cada PUP.

Nos cursos a distância da Universidade Positivo, como é contabilizada a frequência às aulas?

A presença do aluno no PUP é obrigatória para a realização das atividades e avaliações presenciais, conforme calendário acadêmico. Nas atividades e avaliações virtuais, desenvolvidas no AVA durante a disciplina, a frequência do aluno é registrada através de sua participação nas mesmas. A frequência obrigatória é de no mínimo 75%.

O aluno pode acessar o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) a qualquer hora?

Sim, não se esquecendo de observar o calendário estabelecido para a realização de cada atividade, prova e avaliação das disciplinas e do curso.

O que é professor-tutor on-line?

O professor-tutor on-line é o professor que acompanha todo o processo de aprendizagem da turma e de cada aluno, através do AVA da instituição. Na metodologia da Educação a Distância da Universidade Positivo, o professor-tutor on-line faz intervenções de forma proativa, respondendo a dúvidas de conteúdo, provocando discussões, corrigindo atividades e trabalhos e visando sempre à qualidade da aprendizagem.

O que é professor-tutor presencial?

O professor-tutor presencial é o profissional que atua no PUP, auxiliando os alunos na realização das atividades presenciais agendadas da disciplina. Ele é responsável por promover as atividades presenciais, como debates, jogos de negócios e projetos colaborativos, aplicar as avaliações presenciais e participar da apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso.

O que é tutoria?

A tutoria é um dos processos de maior importância na educação a distância. Na metodologia da Educação a Distância da Universidade Positivo, a tutoria acontece de forma proativa. Isso significa que o aluno é acompanhado sistematicamente por um professor-tutor que atende a um determinado número de alunos. Dessa forma, o professor-tutor consegue verificar o desenvolvimento do aluno no curso, agindo diretamente na dificuldade de aprendizagem apresentada por ele.

O que é livro digital (e-book)?

O e-book é um livro digital que recebe tratamento para provocar emoções e sensações de descobertas, possibilitando que o leitor, a partir dos recursos apresentados, possa aprender com maior facilidade. Além de possuir uma adaptação textual, o e-book, devido a seus vários recursos, possibilita uma leitura mais fluída. Os e-books utilizados para os cursos na modalidade a distância pela Universidade Positivo são todos interativos e especialmente produzidos para cada curso.

O que é PDF para impressão?

Como alguns alunos ainda precisam do material impresso, a Universidade Positivo também prepara um documento do livro digital em forma de texto, em formato próprio para impressão pelo aluno. No formato PDF para impressão, perde-se a riqueza da interatividade dos ícones, porém a qualidade do conteúdo é preservada.

O que é projeto colaborativo?

Consiste no desenvolvimento de uma atividade on-line e presencial, através das quais os alunos discutem e realizam atividades práticas para solucionar uma questão simulada de determinada área de estudo. O objetivo dessa estratégia educacional consiste em:

  • Registrar;
  • Socializar;
  • Interagir;
  • Construir.

Os assuntos são selecionados a partir do princípio da prática. O projeto colaborativo serve de subsídio para o desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso e envolve uma temática interdisciplinar.

O que é jogo de negócios?

Os jogos de negócios são estratégias de ensino criadas a partir de situações de negócios. Os alunos em grupos predeterminados são expostos a cenários, situações e conflitos e experimentam tomadas de decisões diversas, vivenciando os resultados de suas escolhas – ao explorar as possíveis situações de negócios apresentadas e inferidas no contexto, é preciso arquitetar estratégias para melhor gerir a situação-conflito. Assim como o projeto colaborativo, o jogo de negócios serve de subsídio para o desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso e envolve temática interdisciplinar.

Como é composta a média final do aluno em cada disciplina?

A média do aluno em cada disciplina é composta pela somatória das atividades avaliativas (virtuais e presenciais), da prova on-line e da avaliação presencial da disciplina. ** Nos cursos de Graduação, a média do aluno em cada disciplina é composta por:

  • Nota 1 – Exercícios on-line - peso 0,25
  • Nota 2 – Fórum on-line – peso 0,5
  • Nota 3 – Atividade on-line – peso 0,5
  • Nota 4 – Exercícios on-line – peso 0,25
  • Nota 5 – Fórum on-line – peso 0,5
  • Nota 6 – Prova on-line – peso 1,0
  • Nota 7 – Atividade presencial – peso 1,5
  • Nota 8 – Avaliação presencial – peso 5,5
  • Nota 9 – Bonificação – peso 0,5

Para a aprovação na disciplina, o aluno deve obter média igual ou superior a 7,0. Caso não tenha atingido essa média, mas tenha obtido média igual ou superior a 4,0, o aluno pode fazer o exame final da disciplina – que é realizado presencialmente no PUP – composto por 10 questões objetivas e tem peso 10,0.

Após o processo de exame final, para verificar a aprovação na disciplina, calcula-se a média final somando a média da disciplina com a nota do exame final e dividindo o valor obtido por dois. Para a aprovação, o resultado desse cálculo deve ser igual ou superior a 5,0.

** Nos cursos de Pós-Graduação, a média do aluno em cada disciplina é composta por:

  • Nota 1 – Exercícios on-line – peso 0,25
  • Nota 2 – Fórum on-line – peso 1,0
  • Nota 3 – Atividade on-line – peso 1,0
  • Nota 4 – Exercícios on-line – peso 0,25
  • Nota 5 – Fórum on-line – peso 1,0
  • Nota 6 – Prova on-line – peso 1,0
  • Nota 7 – Avaliação presencial – peso 5,5
  • Nota 8 – Bonificação – peso 0,5

Para a aprovação na disciplina, o aluno deve obter média igual ou superior a 7,0. Caso não tenha atingido essa média, mas tenha obtido média igual ou superior a 4,0, o aluno pode fazer o exame final da disciplina – que é realizado presencialmente no PUP – composto por 10 questões objetivas e tem peso 10,0.

Após o processo de exame final, para verificar a aprovação na disciplina, calcula-se a média final somando a média da disciplina com a nota do exame final e dividindo o valor obtido por dois. Para a aprovação, o resultado desse cálculo deve ser igual ou superior a 5,0.

** Nos cursos de Extensão, a média do aluno em cada curso é composta por:

  • Nota 1 – Exercícios on-line – peso 0,25
  • Nota 2 – Fórum on-line – peso 1,0
  • Nota 3 – Atividade on-line – peso 0,5
  • Nota 4 – Exercícios on-line – peso 0,25
  • Nota 5 – Fórum on-line – peso 1,0
  • Nota 6 – Prova on-line – peso 7,0

Para aprovação no curso, o aluno deve obter média igual ou superior a 7,0. Caso não tenha atingido a média necessária para aprovação, pode refazer a prova on-line até 3 (três) vezes, dentro do prazo de 10 (dez) dias, a ser contado a partir da data em que foram divulgadas as médias dos alunos na disciplina.

Qual a periodicidade das atividades presenciais nos PUPs?

Nos cursos de Graduação, para os alunos que iniciaram o curso a partir de fevereiro/2015, é realizado um encontro presencial mensal por disciplina, que acontece às quintas-feiras, sextas-feiras ou sábados, no PUP Ecoville/Curitiba ou Ângelo Sampaio/Curitiba, dependendo da escolha do aluno no ato da matrícula. Além desse encontro, de frequência obrigatória, os alunos também terão que ir mensalmente ao PUP para realizar uma avaliação presencial para cada disciplina.

Esta avaliação deve ser agendada pelo próprio aluno, através do sistema da universidade, e pode ser no mesmo dia do encontro presencial da disciplina, ou em outro dia, de acordo com as ofertas e vagas disponibilizadas pelo PUP.

Para os cursos de Pós-Graduação, para os alunos que iniciaram o curso a partir de março/2015, é realizada uma aula inaugural presencial no início do curso, três avaliações presenciais por curso, uma a cada três disciplinas, - conforme calendário acadêmico do curso e por agendamento on-line pelo próprio aluno -, e um encontro presencial ao fim do curso, para apresentação do TCC. Estes encontros acontecem no PUP onde o aluno está matriculado.

Para os cursos de Extensão, não existem encontros presenciais, as atividades são todas realizadas on-line, através do Ambiente Virtual de Aprendizagem da Universidade Positivo. As datas e horários dos encontros e avaliações presenciais são disponibilizados no calendário acadêmico de cada curso, disponibilizado na aula de Ambientação do curso.

Qual a periodicidade das avaliações presenciais nos PUPs?

Para os cursos de Graduação, existe 1 (uma) avaliação presencial por disciplina e por mês. Para os cursos de Pós-Graduação, existem 3 (três) avaliações presenciais por curso, que devem ser realizadas, aproximadamente, a cada 3 (três) meses/disciplinas. Para os cursos de Extensão, não existem avaliações presenciais que devam ser realizadas nos PUPs, são todas on-line.

As avaliações presenciais devem ser previamente agendadas pelos alunos, por meio do sistema da Universidade, de acordo com o calendário acadêmico do curso e com as ofertas e vagas dispinibilizadas em cada PUP. As avaliações podem ser agendadas pelos alunos para o mesmo dia do encontro presencial da disciplina (em cursos de Graduação) ou para outro dia.

Posso me matricular em qualquer PUP?

Sim, no ato da matrícula, desde que o curso seja oferecido no PUP desejado. Lembrando que os encontros e avaliações presenciais dos cursos de Graduação serão todos realizados nos polos Ecoville/Curitiba ou Ângelo Sampaio/Curitiba, dependendo da opção feita pelo aluno também ano ato da matrícula.

Depois de matriculado, posso trocar o PUP no qual irei estudar?

Sim, desde que o novo PUP escolhido ofereça o curso em que o aluno está matriculado e que haja vaga disponível para o curso no PUP pretendido. Essa transferência pode ser feita pelo aluno através do serviço de Protocolo On-line, no site da Educação a Distância da Universidade Positivo (www.up.com.br/online).

É necessário formar turma para iniciar um curso?

Sim, um curso só se inicia quando possui um número mínimo de alunos por turma. Se o aluno realizar sua matrícula e a turma não abrir, seu dinheiro será devolvido integralmente ou ele poderá escolher outro curso para o qual será transferido.

Onde localizar informações específicas de cada curso?

No site da Educação a Distância da Universidade Positivo (www.up.com.br/online).

Quais os procedimentos para cursar dois cursos simultaneamente na Universidade Positivo?

Não existem restrições para se cursar dois ou mais cursos ao mesmo tempo, desde que:

  • o aluno faça as respectivas inscrições/matrículas e processos seletivos (quando houver) de cada um deles, separadamente.
  • as datas de encontro e avaliações presenciais não coincidam entre os cursos.

O TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) faz parte de todos os cursos a distância de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização e MBA) da Universidade Positivo?

Sim, para concluir o curso o aluno deve ter aprovação em todas as disciplinas e também no TCC.

Essa escola oferece programas em:
  • Portuguese (Brazil)

Ver programas de mestrado »

Programas

Esta escola também oferece:

Master

Mestrado em Biotecnologia Industrial

campus Período integral 24 semanas March 2017 Brasil Curitiba

O Mestrado Profissional em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo, estimulado pelo avanço biotecnológico do Brasil, tem como objetivo principal formar mestres em Biotecnologia Industrial e propiciar condições para que profissionais já graduados possam se atualizar científica, pedagógica e profissionalmente. [+]

O Mestrado Profissional em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo, estimulado pelo avanço biotecnológico do Brasil, tem como objetivo principal formar mestres em Biotecnologia Industrial e propiciar condições para que profissionais já graduados possam se atualizar científica, pedagógica e profissionalmente. Para isso, o aluno aprofunda conhecimentos por meio de disciplinas estruturantes e do desenvolvimento de um projeto inovador de dissertação, em uma das áreas de concentração: Biotecnologia Agroalimentar/Agroindustrial; Biotecnologia Ambiental; Biocombustíveis; e Biotecnologia em Saúde. Na avaliação trienal 2010-2012, realizada pela Capes, o Mestrado Profissional em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo recebeu nota 4, constituindo-se o único da área a ter o conceito elevado. A Biotecnologia envolve o uso de processos celulares e biomoleculares para desenvolver tecnologias e produtos que ajudam a melhorar a qualidade de vida e a proteger o planeta. Apesar de contemplar atividades produtivas praticadas há mais de seis mil anos para o desenvolvimento de produtos alimentícios, tais como, pão e queijo, e para a conservação de produtos lácteos, ganhou notoriedade somente nas últimas décadas, sendo considerada uma das áreas do conhecimento com maior potencial de trazer benefícios significativos à humanidade neste século. Na modernidade, a Biotecnologia oferece produtos e tecnologias inovadoras para a produção de alimentos, o combate a doenças, a redução da pegada ambiental e o uso de energia limpa e de processos mais eficientes, seguros e limpos que envolvem a produção industrial. Recentes avanços constatados na área têm contribuído para o enfrentamento e preparo dos desafios mais imediatos da sociedade. Veja como: Indústria farmacêutica: produção de antibióticos, hormônios, vacinas, anticorpos monoclonais, kits para diagnósticos, formulação de produtos farmacêuticos etc. Agricultura: produção de biofertilizantes, bioinseticidas, nematicidas, hormônios vegetais, desenvolvimento de plantas resistentes a pragas, stress hídrico, temperaturas extremas e de cereais e tubérculos ricos em proteínas e vitaminas. Área ambiental: tratamento biológico de efluentes sólidos, líquidos e gasosos. Indústria de bebidas: fabricação de cerveja, vinho, cachaça, uísque, vinagre etc. Produção de bioenergia: obtida com base na biomassa vegetal, em especial usinas produtoras de etanol e biodiesel. Indústria agroalimentar: produção de queijos, iogurtes, vinagres, fermentos; leites, alimentos e molhos fermentados; produção de corantes naturais, polissacarídeos, espessantes etc. Indústria de enzimas: enzimas para os diversos fins; Produção veterinária: medicamentos, vacinas, rações, bioaditivos nutricionais, promotores de crescimentos, antibióticos, antiparasitários, produção de embriões etc. Área florestal: multiplicação de plantas para a produção de papel, móveis etc. Indústria cosmética: produção de insumos biológicos e produtos naturais etc. Público-alvo Engenheiros de Bioprocessos, engenheiros bioquímicos, engenheiros biotecnológicos, engenheiros químicos, engenheiros de alimentos, engenheiros agrônomos, engenheiros ambientais, engenheiros florestais, agrônomos, biólogos, bioquímicos, farmacêuticos, químicos, médicos, médicos veterinários e profissionais que atuam em áreas afins no setor produtivo brasileiro. Áreas, linhas de pesquisa e projetos As linhas de pesquisa a serem desenvolvidas no programa do Mestrado Profissional em Biotecnologia Industrial estão bem fundamentadas e implantadas na UP. Essas linhas já estão em desenvolvimento nos Projetos de Iniciação Científica, trabalhos de Conclusão dos Cursos de Graduação e em projetos de pesquisas de docentes e projetos de dissertação. As áreas de concentração são as seguintes: Biotecnologia Agroalimentar/Agroindustrial Desenvolver processos industriais para valorização de produtos, matérias-primas e resíduos da agropecuária brasileira, utilizando ferramentas de biologia molecular, processos fermentativos e biotransformações microbianas e enzimáticas, entre outros. Biotecnologia Ambiental Desenvolver processos tecnológicos para o monitoramento ambiental, aplicando métodos dielétricos, físico-químicos, bioquímicos, imunológicos, moleculares e biológicos, bem como processo e produtos para a biorremediação da poluição ambiental. Biocombustíveis Estudar processos bioquímicos da síntese dos biocombustíveis líquidos e gasosos; matérias-primas; micro-organismos produtores de etanol e biogás; sistemas utilizados na produção de etanol, biodiesel e biogás; rendimento dos processos; balanços de massa e de energia; balanços econômicos; legislações e certificações. Biotecnologia em Saúde Desenvolver procedimentos técnicos em Educação Cirúrgica, bem como analisar aspectos diversos da metabologia, oncologia clínica, cirúrgica e molecular e dermatocosmética. Professores orientadores CAMILA MIRANDA DE CARVALHO Formação: Médica Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 1999). Mestre em Biomecânica pela Université Claude Bernard Lyon I (Lyon, França - 2001). Doutora em Ciências Biológicas com área de concentração em Imunologia pela Université Claude Bernard Lyon I ( Lyon, França - 2004). Especialista em Dermatologia Veterinária pela Ecole Nationale Vétérinaire de Lyon (Lyon,França, 2004). MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas - FGV ( 2014 ). Disciplinas que ministra no Mestrado: Biotecnologia Imunológica e Biossegurança. Áreas de interesse: Terapia Celular; Biotecnologia na Medicina Regenerativa; Imunologia Aplicada ao Diagnóstico e Terapia; e Dermatologia. CÍCERO DE ANDRADE URBAN Formação: Médico Oncologista e Mastologista. Mestre em Medicina com área de concentração em Clínica Cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2001). Doutor em Medicina com área de concentração em Clínica Cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2004). Especialista em Post-Laurea em Bioética pela Universittà Cattolica del Sacro Cuore (Roma, Itália, 2000) e em Mastologia pelo Istituto Nazionale Per Lo Studio e La Cura Dei Tumori Di Milano (Milão, Itália, 1999) e Fellow em Cirurgia Plástica e Reconstrutora no Instituto Europeu de Oncologia em Milão (2002-2003). Disciplinas que ministra no Mestrado: Metodologia científica; Biossegurança e bioética. Áreas de interesse: Oncoplástica; Linfonodo Sentinela; Reconstrução de Mama com Implantes; Bioética Clínica e em Pesquisa; e Paciente Terminal; ELIANE CARVALHO DE VASCONCELOS Formação: Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Araraquara, Brasil,1993). Mestre em Ciências com área de concentração em Química Analítica pela Universidade de São Paulo (São Carlos, Brasil,1996). Doutora em Ciências com área de concentração em Química Analítica pela Universidade de São Paulo (São Carlos, Brasil, 2001). Disciplinas ministradas no Mestrado: Biotecnologia Ambiental I: Tratamento de resíduos líquidos de natureza urbana e industrial; Biotecnologia Ambiental II: Degradação anaeróbica e aeróbica de compostos orgânicos recalcitrantes; Biotecnologia Ambiental III: Tratamento de resíduos sólidos e gasosos. Áreas de interesse: Determinação da Presença de Medicamentos em Águas, Solo e Esgoto; Determinação de Hidrocarbonetos Polinucleares Aromáticos em Águas, Ar e Solo; Análise de Metais Pesados em Águas e Solo; Controle de Qualidade de Produtos Naturais. ILTON SANTOS DA SILVA Formação: biólogo formado pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Curitiba, Brasil, 2007). Doutor em Ciências, com área de concentração em Fisiologia Geral pela Universidade de São Paulo (São Paulo, Brasil, 2013), com estágio de um ano na Universidade de Richmond (Richmond, EUA, 2011-2012). Disciplinas que ministra no Mestrado: Biologia Celular e Molecular e Biotecnologia Molecular Geral. Áreas de interesse: Neurociências e Comportamento; Neurociência Molecular; e Doenças Neurodegenerativas. JOÃO CESAR ZIELAK Formação: Cirurgião-dentista pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 1999). Mestre em Morfologia com área de concentração em Biologia Celular pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2001). Doutor em Processos Biotecnológicos (Saúde) pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2005). Especialista em Saúde Coletiva pela Universidade Positivo (Curitiba, Brasil, 2009). Disciplinas que ministra no Mestrado: Biotecnologia Molecular Aplicada I – Biomateriais. Áreas de interesse: Implantologia; Clínica odontológica; Enxertos; e Biomateriais. EILA TERESINHA MARANHO Formação: Doutorado em Ciências Florestais, com área de concentração em Conservação da Natureza, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Mestre em Ciências Biológicas, com área de concentração em Botânica, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Graduada em Ciências Biológicas, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Autora de vários trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais. Autora de diversos artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Elaboração de diversos trabalhos técnicos nas áreas de meio ambiente. Orientadora de vários trabalhos sobre: a avaliação de efeitos de poluentes em plantas, as influências ambientais na estrutura das plantas, biomonitoramento de poluição pelas plantas, florística e fitossociologia, recuperação de áreas degradadas, revegetação de Floresta Ciliar e Conservação da Natureza. Disciplinas que ministra no Mestrado: Biotecnologia Ambiental II: Tratamento de Resíduos Sólidos e Gasosos. Áreas de Interesse: uso da fitorremediação para o tratamento de diferentes tipos de resíduos e descontaminação ambiental (petróleo, chorume, águas poluídas e metais pesados). Seleção de micro-organismos com potencial de degradação de petroderivados a partir da rizosfera de plantas fitorremediadoras. LÍGIA ALVES DA COSTA CARDOSO Formação: Engenheira de alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, Brasil, 2003). Mestre em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, Brasil, 2004). Doutora em Génie des Procédés Biotechnologiques et Alimentair pelo Institut National Polytechnique de Lorraine (Nancy, França, 2008). Pós-Doutora em Engenharia Química com ênfase em Biotecnologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, Brasil, 2010). Disciplinas que ministra no Mestrado: Biocombustíveis Líquidos (Bioetanol). Áreas de interesse: Recuperação avançada de petróleo por métodos microbianos; e Biocombustíveis. E-mail: ligiacardoso@up.com.br LUIZ GUSTAVO LACERDA Formação: Engenheiro químico pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Curitiba, Brasil, 1997). Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (Ponta Grossa, Brasil, 2006). Doutor em Processos Biotecnológicos pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2010). Disciplinas que ministra no Mestrado: Controle de qualidade na indústria de biotecnologia; Biotecnologia agroalimentar II: alimentos fermentados de origem vegetal e bebidas alcoólicas fermentadas. Áreas de interesse: Biocombustíveis; Gestão da qualidade na indústria; Fermentação de origem vegetal; Enzimologia; Química analítica; Tratamentos físico-químicos. MARCELO DE PAULA LOUREIRO Formação: Médico Cirurgião Geral formado pela UFPR com residência no Hospital Nossa Senhora das Graças. Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva pela Universidade de Bordeaux, França. Mestre em Principios de Cirurgia( FEMPAR). Doutor em Cirurgia pela Universidade de São Paulo. Coordenador da Pós-Graduação Latu Senso em Cirurgia Minimamente Invasiva do Instituto Jacques Perissat/ Universidade Positivo. Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões(CBC), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Laparoscópica(Sobracil) e da Sociedade Brasileira de Hérnia( SBH). Membro da European Association of Endoscopic Surgery( EAES). Disciplina que ministra no Mestrado: Biomateriais Áreas de Interesse: Biomateriais; Cirurgia das hérnias abdominais; Cirurgia de Obesidade e Metabólica; Cirurgia da Hiperidrose; Cirurgia do Aparelho Digestivo; Educação e Treinamento em Cirurgia; e Novas Tecnologias em Cirurgia. MARCO AURÉLIO DA SILVA CARVALHO FILHO Formação: Químico pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Araraquara, Brasil, 1996). Mestre em Bacharelado em Química Analítica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Araraquara, Brasil, 1998). Doutor em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Araraquara, Brasil, 2000). Disciplinas que ministra no Mestrado: Gestão e patentes em biotecnologia; Controle de qualidade na indústria de biotecnologia; Controle de qualidade na indústria agroalimentar. Áreas de interesse: Processos Biotecnológicos Aplicados; Análise Térmica Aplicada; e Processos Químicos Aplicados. PAOLO ROGÉRIO DE OLIVEIRA SALVALAGGIO Formação: Médico pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil,1996). Mestre em Medicina com área de concentração em Clínica Cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2000). Doutor em Medicina com área de concentração em Clínica Cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (Curitiba, Brasil, 2002). Pós-Doutor em Imunologia de Transplante pela Yale University (New Haven, EUA, 2002). Clinical fellow em transplante de múltiplos órgãos da Northwestern University (Evanston, EUA, 2002-2005). MBA na John Cook School of Business (St. Louis, EUA, 2008). Disciplinas que ministra no Mestrado: Células-tronco. Áreas de interesse: Transplantes de Pâncreas, Fígado e Rim; Células-tronco; e Impacto Clínico e Econômico dos Transplantes de Órgãos. PAULO ROBERTO JANISSEK Formação: Graduação em Química Industrial (UFSM - Santa Maria, RS, 1982), Doutorado em Química Orgânica, pesquisando métodos eletroquímicos para o aproveitamento da biomassa (USP, São Paulo, SP, 1992), Pós Doutorado em espectroscopia (ISAS, Dortmund, Alemanha, 1996) . Disciplina que ministra no Mestrado: Tecnologia Ambiental II : Degradação anaeróbica e aeróbica de compostos orgânicos recalcitrantes. Áreas de interesse: Gerenciamento de Resíduos Orgânicos e Eletrônicos; Análise do Ciclo de Vida (ACV); Aproveitamento da Biomassa; e Técnicas para Análise de Compostos Orgânicos. SUSAN GRACE KARP Formação: Engenheira de Bioprocessos e Biotecnologista pela Universidade Federal do Paraná (2005). Mestre em Processos Biotecnológicos pela Universidade Federal do Paraná (2007) e Mestre em Recherche Biotechnologie Microbienne pour le Développement Durable - Université de Provence (2007). Doutora em Processos Biotecnológicos pela Universidade Federal do Paraná (2012). Disciplinas que ministra no Mestrado: Microbiologia Geral e Metabolismo Microbiano; Engenharia de Separação e Purificação de Biomoléculas; Biocombustíveis Líquidos: Etanol; Tecnologia Enzimática; Áreas de interesse: Processos fermentativos industriais para produção de enzimas, ácidos orgânicos, biocombustíveis; Produção de proteínas recombinantes por fermentação; Biologia molecular aplicada; Enzimologia; Fermentação no Estado Sólido. Aproveitamento e Valorização de Resíduos Agroindustriais. THAIS ANDRADE COSTA CASAGRANDE Formação: Medicina Veterinária na UFPR; Residência em Clinica Médica e Cirúrgica na PUC/PR; Doutorado em Ciências, com ênfase em Cirurgia pela FMVZ/USP. Disciplinas que ministra no Mestrado: Biotecnologia Molecular Aplicada II: Biomedicamentos Áreas de interesse: Oncologia Clínica; e Cirúrgica e Molecular Dissertações e teses Título: ISOLAMENTO, IDENTIFICAÇÃO MOLECULAR E ANÁLISE DO METABOLISMO DE LEVEDURAS EXTRAÍDAS DE FONTES VEGETAIS PARA A PRODUÇÃO DE CERVEJA. Autor: Alice Dalla Valle Orientador: Prof. Dr. Marco Aurélio da Silva Carvalho Ano: 2012 Título: AVALIAÇÃO TECNOLÓGICA DE FARINHA MISTA DE TRIGO, BABAÇU E BANANA VERDE E SUA UTILIZAÇÃO NA ELABORAÇÃO DE PÃES TIPO FRANCÊS. Autor: Elizana Lorenzetti Treib Orientador: Prof. Dr.Luiz Gustavo Lacerda Ano: 2012 Título: ESTUDO DA HIDRÓLISE ÁCIDA COMO PRÉ-TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS RESULTANTES DA PODA DE ÁRVORES. Autor: Silvana Mali Kumura Orientadora: Profa. Dra. Eliane Carvalho de Vasconcelos Ano: 2012 Título: CARACTERIZAÇÃO DE CÉLULAS-TRONCO DERIVADAS DE LIPOASPIRADO QUANTO AO POTENCIAL DE DIFERENCIAÇÃO, MARCADORES IMUNOFENOTÍPICOS E GENES ESPECÍFICOS. Autor: Caroline Leal Radoski Orientador: Prof. Dr. Cícero Urban de Andrade Co-orientador: Profa. Dra. Carla Abdo Brohem Ano: 2012 Título: ESTUDO DA VIABILIDADE DE USO DE REDES NEURAIS ARTIFICIAIS PARA A PREDIÇÃO DO RENDIMENTO DA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA. Autor: Ederson Luis Amgarten Orientador: Prof. Dr. José Rodríguez León Co-orientador: Prof. Dr. Evandro Bona Ano: 2012 Título: DESENVOLVIMENTO DE PROCESSO UTILIZANDO FERMENTAÇÃO LÁTICA E AGENTES PREBIÓTICOS PARA ELABORAÇÃO DE NOVOS TIPOS DE CRACKER E BISCOITOS FUNCIONAIS. Autor: Evaldo Carlos Da Silva Orientador: Prof. Dr. José Luis Parada Ano: 2012 Título: DEVELOPMENT OF A NATURAL BIOPRESERVANT TO SOYBEAN MEAL FOR FEED Autor: KARINE DE QUEIROGA BUCHOLDZ Orientador: Profa. Dra. Vanete Soccol Co-orientador: Prof. Dr. Carlos Ricardo Ano: 2012 Título: AVALIAÇÃO DA RESPOSTA HUMORAL EM CAMUNDONGOS IMUNIZADOS COM VACINAS INATIVADAS CONTRA O VÍRUS DA FEBRE AFTOSA: PROPOSTA DE MODELO ALTERNATIVO PARA CONTROLE DE QUALIDADE. Autor: Kelly Cristina Celini Capeti Molin Orientadora: Profa. Dra. Vanete Soccol Co-orientadora: Profa. Dra. Lya Madureira Sepulveda Ano: 2012 Título: AVALIAÇÃO QUALITATIVA DO PERFIL DAS EMPRESAS DE BIOTECNOLOGIA DO ESTADO O PARANÁ QUANTO À PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO INDUSTRIAL Autor: Mauro Buss Orientadora: Profa. Dra. Patricia Charvet Ano: 2012 Título: PRODUÇÃO E EXTRAÇÃO DE CAROTENOIDES PRODUZIDOS POR Sporobolomyces ruberrimus UTILIZANDO SUBPRODUTOS Industriais Autor: Valdomiro Nery Gonçalves Orientadora : Profa. Dra. Lígia Alves da Costa Cardoso Co-orientador : Prof. Dr. José Angel Rodríguez León Ano: 2012 Título: IMPACTO DA RECONSTRUÇÃO IMEDIATA DA MAMA EM TEMPO ÚNICO NA POSTURA CORPORAL DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA. Autor: Gustavo Tiago Chichof. Orientador: Prof. Cicero de Andrade Urban Título: PERFIL DAS COMUNIDADES DE ARCHAEA EM SISTEMAS ANAERÓBIOS DE TRATAMENTO DE EFLUENTES DOMÉSTICOS UTILIZANDO A ELETROFORESE EM GEL DE GRADIENTE DESNATURANTE (DGGE). Autor: Guilherme Pianaro Bettio. Orientadora: Vanete Thomaz Soccol. Ano: 2012 Título: UTILIZAÇÃO DE LEVEDURA ISOLADA DA BETERRABA, PARA DESENVOLVIMENTO DE UMA CERVEJA PILSEN, VISANDO A PRODUÇÃO EM MICRO-CERVEJARIA.Autor: Bárbara Galdioli Nóbrega Aoki. Orientador: Prof. Marco Aurélio da Silva Carvalho Silva. Ano: 2012. Título: DESENVOLVIMENTO DE BIOPROCESSO PARA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS OBTIDOS A PARTIR DA PIRÓLISE RÁPIDA DE MICROALGAS. Autor: Carlos José Dalmas Neto.Orientador: José Angel Rodríguez León. Co-orientador:Dolivar Coraucci Neto. Ano: 2012 Título: O USO DE ORTHOGEN®, PARTICULADO MARINHO, ASSOCIADOS OU NÃO A EXTRATO PROTÉICO NA CICATRIZAÇÃO DE DEFEITOS DE TAMANHO CRÍTICO: ESTUDO HISTOLÓGICO E HISTOMORFOMÉTRICO EM CALVÁRIA DE RATOS. Autor: Sérgio Henrique Merlin Skrobot. Orientador: Prof. Cicero Urban. Co-orientadora: Profa. Tatiana Miranda Deliberador. Ano: 2012. Título: DETECÇÃO DE MYCOPLASMA SP. POR PCR PARA CONTROLE DE QUALIDADE DE IMUNOBIOLÓGICOS, DETERMINAÇÃO DE CONCENTRAÇÕES DE MYCOPLASMA SP. QUE AFETAM CULTURAS CELULARES E AVALIAÇÃO DA FILTRAÇÃO NA ELIMINAÇÃO DESTES CONTAMINANTES. Autora: Cristiane Netto. Orientadora: Profª Vanete Thomaz Soccol. Co-Orientadora: Profª Lya Madureira Sepulveda. Ano: 2013. Título: DESENVOLVIMENTO DE UM BIOPROCESSO PARA A SACARIFICAÇÃO DE GRÃOS DE CEVADA . Autora: Dagma Maria Lopes Bubna. Orientador: Prof. Luiz Gustavo Lacerda. Co-Orientador: Prof. Dr. Carlos Ricardo Soccol. Co-Orientadora: Profª Michele Rigon Spier. Ano: 2013. Título: EXPRESSÃO PROTÉICA DE VEGF, TGF-ß1 E BMPR1B EM TUMORES MAMÁRIOS DE CADELAS E SUA IMPORTÂNCIA NO PROGNÓSTICO. Autor: Robson Fernando de Pasquale e Silva. Orientadora: Profª Thaís Andrade Costa-Casagrande. Ano: 2013. CURITIBA 2013 Título: PRODUÇÃO DE CAROTENOIDES POR Sporobolomyces ruberrimus EM FERMENTAÇÃO CONTÍNUA A PARTIR DE MELAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Autor: Fernando Kenji Jacojaco. Orientador: Prof. José Angel Rodriguez Leon. Co-orientadora: Profª Lígia Alves da Costa Cardoso. Ano: 2012. Título: CARACTERIZAÇÃO DE GRUPOS PARA ESTUDO DA INTEGRAÇÃO DO kDNA DE Trypanosoma cruzi NO GENOMA HUMANO E IDENTIFICAÇÃO DAS AVALIAÇÕES DAS LINHAGENS DO PARASITO EM PACIENTES DO ESTADO DO PARANÁ. Autora: Luiza Cristina Gobor. Orientadora: Profª Vanete Thomaz Soccol. Ano: 2012. Título: DESENVOLVIMENTO DE UMA NOVA CONFIGURAÇÃO DE BIODIGESTOR ANAERÓBIO PILOTO COM POSSIBILIDADE DE DESLOCAMENTO IN COMPANY PARA TRATAMENTO DE RESÍDUOS ORGÂNICOS. Autor: Valmor José Bandiera. Orientadora: Profª Selma Aparecida Cubas. Co-orientador: Prof. Marcelo Calide Barga. Ano: 2012. Título: AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DE LISE CELULAR DE Sporobolomyces ruberrimus. Autor: Mariana Gomes Clemente Pennacchi. Orientadora: Lígia Alves da Costa Cardoso. Ano: 2013. Título: PRODUÇÃO DE CAROTENÓIDES, EMPREGANDO DIFERENTES LEVEDURAS PRODUTORAS DE AROTENÓIDES, UTILIZANDO O BAGAÇO DE MANDIOCA COMO SUBSTRATO DE FERMENTAÇÃO SUBMERSA. Autor: Cristiane Aparecida Marcos Kroetz. Orientador: Prof. Marco Aurelio da Silva Carvalho Filho. Ano: 2013. Título: DESENVOLVIMENTO DE QUEIJO MINAS FRESCAL FUNCIONAL COM ADIÇÃO DE GRÃOS DE KEFIR. Autor: Jaime Victor Ferreira Brum. Orientador: José Angel Rodriguez Leon. Ano: 2013. Título: MONITORAMENTO FÍSICO-QUÍMICO DO PROCESSO DE MALTEAÇÃO DE CEVADA UTILIZADA PARA A PRODUÇÃO DE CERVEJA TIPO PILSEN. Autor: Luciana Machado de Oliveira dos Santos. Orientador: Prof. Luiz Gustavo Lacerda. Ano: 2013. Título: PRODUÇÃO E AVALIAÇÃO SOROLÓGICA DA PROTEÍNA 3ABC RECOMBINANTE DO VÍRUS DA FEBRE AFTOSA.Autor: Adriana Sierra Gonzalez. Orientadora: Profª Vanete Thomaz Soccol. Ano: 2013. Título: EFEITO TÓXICO DE QUATRO ANTIBIÓTICOS SOBRE TRÊS ORGANISMO AQUÁTICOS.Autor: Carlos Roberto Dalke. Orientadora. Profª Eliane Carvalho de Vasconcelos. Ano: 2013. Título: DESENVOLVIMENTO DE UM INOCULANTE LIOFILIZADO PARA A CULTURA DE SOJA. Autor: Carina de Lima Kniphoff. Orientador: Prof. José Angel Rodrigues León. Ano: 2013. Título: CARACTERIZAÇÃO DAS PROPRIEDADES ESTRUTURAIS, REOLÓGICAS E TERMOANALÍTICAS DO AMIDO DA SEMENTE DE ABACATE (Persea americana, Mill) MODIFICADO POR VIA OXIDATIVA. Autor: Tábata Bauab. Orientador: Luiz Gustavo Lacerda. Ano: 2013. Título: PRODUÇÃO DE ETANOL E HIDROLISADO DE LEVEDURA UTILIZANDO SORGO SACARINO [Sorghum bicolor (L.) Moench] COMO MATÉRIA-PRIMA. Autor: Thiago Murilo Pasqual. Orientadora: Profª Susan Grace Karp. Co-orientador: Prof. José Angel Rodriguez Leon.Ano: 2014 Título: ANÁLISE CRÍTICA DO DESENVOLVIMENTO DE LIVRO ELETRÔNICO NO ENSINO DA CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA EM HÉRNIAS DA PAREDE ABDOMINAL. Autor: Fabio Paiz. Orientador: Prof. Marcelo de Paula Loureiro.Ano: 2014 Título: RESPOSTA IMUNE CELULAR E HUMORAL DE MATRIZES PESADAS APÓS VACINAÇÃO COM VACINA VIVA OU INATIVADA CONTRA SALMONELLA ENTERITIDIS. Autor: Letícia Dal Bérto. Orientador: Prof. Luiz Felipe Caron. Ano: 2014. Título: DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES MOTORAS EM CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA. Autor: Gustavo Becker Pereira. Orientador: Prof. Paolo Salvalaggio. Ano: 2014. Título: AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA DE DOIS ANTIBIÓTICOS COMO O USO DO TESTE Allium cepa. Autor: Francine dos Reis Henrique. Orientadora: Profª Drª Eliane Carvalho de Vasconcelos. Ano: 2014. Título: AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES TÉRMICAS, ESTRUTURAIS E REOLÓGICAS DE AMIDO DE MILHO CEROSO PARCIALMENTE HIDROLISADO POR VIA ENZIMÁTICA. Autor: Lucca Centa Malucelli. Orientador: Prof. Luiz Gustavo Lacerda. Ano: 2014. Título: UTILIZAÇÃO DO EXTRATO DE DESCARTE DO NÁCAR DO MEXILHÃO Perna perna PARA O DESENVOLVIMENTO DE BIOMATERIAIS COM POTENCIAL APLICAÇÃO COMO ENXERTO ÓSSEO. Autor: Rosiellen da Silva. Orientador: Prof. João Zielak. Ano: 2012. Título: MODULAÇÃO DA ELASTINA CUTÂNEA INDUZIDA PELO FOTOENVELHECIMENTO: AVALIAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA E PROTEICA DE MARCADORES RELACIONADOS À ELASTOGÊNESE EM DIFERENTES CONDIÇÕES DE FOTOEXPOSIÇÃO. Autor: Ana Cristina Weihermann. Orientador(a): Profª Camila Miranda de Carvalho. Ano: 2015. Título: O USO DE CÉLULAS-TRONCO NO TRATAMENTO DO TRAUMA RAQUIMEDULAR: UMA REVISÃO. Autor: Camila da Silva Barbosa Ramos. Orientador(a): Profª Márcia Pincerati. Ano: 2015. Título: COMPOSIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO ÓLEO ESSENCIAL DAS FOLHAS DE Pimenta pseudocaryophyllus (GOMES) LANDRUM. Autor: Elaine Cristina Rosas. Orientador(a): Profª Thais Andrade Costa Casagrande. Co-orientador(a): Profª Leila Teresinha Maranho. Ano: 2015. Título: IMPACTO DO USO DO SIMBIÓTICO NO DESENVOLVIMENTO DA DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (DHGNA) EM RATOS. Autor: Eliane Tagliari. Orientador: Prof. Paolo Salvalaggio. Co-orientador(a): Profª Thais Andrade Costa Casagrande. Ano: 2015. Título: AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS ESTÉTICOS E DE QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES SUBMETIDAS À MASTECTOMIA COM RECONSTRUÇÃO MAMÁRIA IMEDIATA COM PRÓTESE E SIMETRIZAÇÃO DA MAMA CONTRALATERAL CONCOMITANTE. Autor: Flávia Kuroda. Orientador: Prof. Cícero de Andrade Urban. Ano: 2015. Título: IMPACTO DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PRÉ-OPERATÓRIA NAS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA INICIAL CANDIDATAS À CIRURGIA ONCOPLÁSTICA. Autor: Karina Furlan Anselmi. Orientador: Prof. Cícero de Andrade Urban. Ano: 2015. Disciplinas e grade horária TRONCO COMUM Disciplinas Carga Professor Créditos Ementa Fundamentos em Biotecnologia Industrial 60 - 4. - Bioquímica e Biologia Molecular 60 - 4 - Metodologia Científica 45 Cícero Urban - - Regulamentos, normas oficiais e formulários RESOLUÇÕES Resolução nº 125 de 30/01/2015 - Normas para Concessão de Bolsas nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UP Resolução nº 04, de 16/04/2010 – Normas Acadêmicas do Stricto Sensu EDITAIS Edital​ nº 329, de 04/05/2015 - Processo Seletivo para Ingresso no Segundo Semestre de 2015 Edital nº 283, de 21/10/2014 - Processo Seletivo para Ingresso no Primeiro Semestre de 2015 Edital nº 248, de 28/04/2014 - Processo Seletivo para Ingresso no Segundo Semestre de 2014 Edital n° 197, de 12/08/2013 - Programas de Stricto Sensu - Preço Total e Mensalidades para 2014 Infraestrutura Para a realização das pesquisas na Pós-Graduação, são utilizados os laboratórios de Histopatologia, Biotecnologia e Microbiologia, Microscopia, Genética, Citogenética, Bioquímica, Central Analítica, Biotério, Informática e Labin. Esses laboratórios contam com as seguintes estruturas: Biotério Centro Cirúrgico Esterilização Labin Laboratório de Bioquímica Clínica, Genética e Biomolecular Laboratório de Biotecnologia e Microbiologia Laboratório de Farmacologia Laboratório de Genética Laboratório de Materiais Dentários Laboratório de Microbiologia Ii Laboratório de Microscopia I Laboratório de Microscopia Ii Laboratório de Microscopia Iii e Botânica Laboratório de Radiologia Laboratório de Histopatologia Convênios O Mestrado Profissional em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo tem parceria com a Bio4 Soluções Biotecnológicas, empresa graduada na Incubadora da Universidade Positivo, para a cooperação técnica, acadêmica e científica com pesquisadores da UP, e com o Laboratório de Biologia Molecular do Grupo Boticário (Labim). Na cooperação com a Bio4, é previsto o uso dos equipamentos e instrumentos da Bio4 e vice-versa. Os projetos desenvolvidos podem envolver tanto objetivos acadêmicos como comerciais. A Universidade Positivo disponibiliza a infraestrutura física do espaço para o Labim, um dos mais modernos do Brasil, que tem como foco a pesquisa de cultivo celular e biologia molecular. Nesse laboratório, são desenvolvidas pesquisas da marca em conjunto com o meio acadêmico, priorizando estudos dos fenômenos bioquímicos envolvidos no envelhecimento da pele e de ingredientes naturais da biodiversidade brasileira. [-]